sábado, dezembro 30, 2006


Quem semeia vento colhe tempestade.
Neste sábado, penúltimo dia do ano de 2006, o mundo ficou estarrecido com o enforcamento do ex-ditador iraquiano Saddam Hussein.
A meu ver, um triste desfecho de uma história pautada pela intolerância, egoísmo e distanciamento de Deus.
A crueldade tornou-se sinônimo de Saddan e da sua época no território da antiga Babilônia e, portanto, o final não poderia ser outro, senão trágico e chocante como foi.
Isto me faz lembrar o texto de Gênesis 9.6: "Se alguém derramar o sangue do homem, pelo homem se derramará o seu; porque Deus fez o homem segundo a sua imagem".
Não há dúvida de que Saddam, durante o seu tempo de ditadura derramou o sangue de muitos inocentes, em outras palavras Saddan destruiu muitos homens, que apesar de caídos, eram possuidores, mesmo que de modo desfigurado, da imagem de Deus, seu fim não poderia ser diferente do que foi.

Um comentário:

Tâmaha Farah disse...

Muito massa esse blog, dei uma carreira kkkkkkkkk
bjusssssssss
Tâmaha Farah

LinkWithin