quarta-feira, outubro 07, 2009

DISCURSO PROFERIDO NA ALEPE




O Sola Scriptura (que significa “somente a Escritura”) foi um dos lemas da Reforma Protestante do século XVI. Os reformadores, Lutero, Zwinglio e Calvino defenderam este lema durante os seus ministérios terrenos. Ao morrerem, deixaram uma herança teológica preciosa, que foi abraçada pela Igreja Presbiteriana do Brasil, legítima herdeira desse legado em solo pátrio.



Respaldado nas Escrituras Sagradas do Antigo e Novo Testamento quero rapidamente tecer alguns comentários, fruto de reflexões bíblica-histórica-teológica, que dão base para a construção de escolas teológicas, que preparam pastores que servirão a Igreja do Senhor Jesus Cristo e a sociedade. Cinco, apenas cinco, serão citadas.


A primeira: Escola de profetas


Segundo o Dr. Normam Champlin, “as primeiras escolas teológicas foram organizadas por Samuel (1Sm 10.5; 19.20); e então foram firmemente estabelecidas por Elias e Eliseu, no reino do norte, das dez tribos (2Rs 2.3, 5; 4.38; 6.1)”.


Essas escolas, afirma o Dr. Champlin, “seguiam o modelo ideal hebreu da relação entre professor e alunos. Eles viviam em comunidades e o ensinamento era bíblico, e através do exemplo pessoal”.


Escolas de profetas foram estabelecidas em Ramá e, provavelmente, Gibeá (1Sm 19.20; 10.5, 10). Também havia centros desse tipo de atividade em Gilgal, Betel e Jericó. Cerca de cem estudantes teológicos, que eram chamados filhos, isto é, discípulos dos profetas, acompanhavam Eliseu. Viviam em comuna (2Rs 6.1) e alguns deles eram casados, e tinham os seus próprios lares (2Rs 4.1).


A Segunda: O Colégio Apostólico


Essa, sem dúvida alguma, é a melhor escola teológica de todos os tempos. Não pelo número de alunos, pois dele fizeram parte apenas 12 alunos. Mas pelo seu mestre: O Senhor Jesus Cristo; o Mestre dos mestres.


O curso teológico daquele colégio tinha um currículo que era realizado em 3 anos. Grandes alunos passaram por aquela escola teológica, entre os quais o apóstolo Pedro, João, Mateus entre outros, porém como já disse, o grande destaque era para o Mestre Jesus Cristo.


Outro detalhe importante nesta escola teológica foi para um aluno que entrou no curso após o termino da primeira turma. Seu nome: Saulo de Tarso, que mais tarde, ao entrar nesta escola foi chamado, simplesmente de Paulo. Humanamente falando, o mais brilhante dos alunos. Foi responsabilizado pelo próprio Mestre Jesus, para evangelizar os gentios em diversas partes do mundo. Coisa que fez com eficiência, nas suas conhecidas viagens missionárias pelo mundo da época.


A Terceira: A Escola de Tirano


Tirano era um cidadão de Éfeso (atual Turquia) em cuja escola Paulo apresentou conferências do Evangelho, por dois anos. Isto aconteceu porque os judeus de Éfeso se opuseram ao ensino de Paulo sobre o Evangelho do Senhor Jesus Cristo. É o que nos relata o doutor e historiador Lucas em At 19.9-10: “Visto que alguns deles se mostravam empedernidos e descrentes, falando mal do Caminho (que era o nome pelo qual os primeiros cristãos eram chamados) diante da multidão, Paulo, apartando-se deles, separou os discípulos, passando a discorrer diariamente na escola de Tirano. Durou isto por espaço de dois anos, dando ensejo a que todos os habitantes da Ásia ouvissem a palavra do Senhor, tanto judeus como gregos”.


A Escola Teológica de Tirano, portanto, formou muitos cristãos que puderam, de forma correta e abalizada, propagar o Evangelho e o Reino de Deus.


A Quarta: A Academia de Genebra


O Dr. Ronald Wallace destaque que “Depois de ser bem-sucedido em assegurar um lugar de destaque para a Palavra de Deus dentro da cidade [de Genebra], Calvino dirigiu sua atenção para a fundação de uma universidade”.


Wallace afirma que “havia duas seções na instituição como um todo. Normalmente, uma criança ia primeiro para o colégio ou Schola Privata, com sete séries, que levava gradualmente o aluno a ganhar habilidade para ler grego, latim e no estudo da dialética”. Depois vinha a academia ou Schola Publica, em que diferentes cursos eletivos poderiam ser escolhidos dentre uma variedade de assuntos oferecidos – Teologia, Hebraico, Grego, Poesia, Dialética e Retórica, Física e Matemática.


Já no primeiro ano de sua instalação, a Academia tinha cerca de seiscentos alunos e esse número aumentou em cinqüenta por cento ainda no primeiro ano, quando a escola atingiu a marca de novecentos alunos.


Theodoro de Beza, amigo erudito, sucessor e biógrafo de Calvino, “pronunciou um discurso no cerimonial inaugural em 5 de junho de 1559, apresentando uma história da educação no passado, referendo-se a como Moisés aprendeu a sabedoria dos egípcios e congratulando o Concílio por propiciar que Genebra compartilhasse da gloriosa obra de difusão de um conhecimento que estava livre de superstições”.


Desde então Genebra e a Suíça tornou-se referencial para educação em todo o mundo e em diversas épocas, fruto do pensamento e da influência do Reformador Francês.


A Quinta e última: O Seminário Presbiteriano do Norte


Fundado no final do século XIX, mais propriamente no ano de 1899, o Seminário Presbiteriano do Norte surge através da instrumentalidade de homens como o Dr. George William Butlle, que encontra em Martinho de Oliveira, um autodidata dedicado, a figura daquele, por intermédio de quem a educação teológica teria inicio, não só em nosso estado, como em todo o norte-nordeste do Brasil.


Como todo inicio, não foi nada fácil. O SPN, então colégio não dispunha de verba para se manter. Muitas dificuldades foram enfrentadas até que, em 1921, depois de dois anos de paralisação de atividades, o seminário que havia começado suas atividades em Garanhuns, transfere-se definitivamente para o Recife e tem a consolidação no ano de 1924, quando uma vasta área é adquirida no antigo beco da fábrica, vindo a se instalar nesta chácara, onde se encontra até o dia de hoje.


Nas suas hostes grandes nomes já ocuparam seu espaço, seja como docente, seja como discente. Homens como Jerônimo Gueiros, Antonio Almeida, Natanael Cortez, Samuel Falcão, Heinz Neumann, Frans Leonard Schalkwijk, entre outros, que marcaram época na história do SPN.


Após 110 anos de fundação o SPN já formou em seus diversos cursos cerca de 1751 alunos, que servem não somente a IPB, como também a outras igrejas co-irmãs. Seus ex-alunos encontram-se em diversas partes do mundo e onde quer que eles estejam, fazendo o trabalho do Senhor, poderão testemunhar do bom serviço que o seminário presbiteriano do norte os proporcionou, através dos seus mestres e da sua filosofia educacional teológica, completamente fiel as Escrituras Sagradas, a nossa única regra de fé e prática e aos símbolos de fé da IPB, ou seja, a Confissão de Fé de Westminster, o Breve Catecismo e o Catecismo Maior.


Ao concluir nossa palavra, desejamos agradecer em primeiro lugar ao nosso Deus e Pai do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que nos alcançou através da sua graça, e nos concedeu o privilégio de vivermos tão significativa data.


Agradecemos as autoridades constituídas da Igreja Presbiteriana do Brasil, mantenedora e responsável direta pela existência do SPN, aos presbitérios, igrejas e pastores parceiros e supridores da nossa casa de profeta.


Agradecemos a Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, na pessoa do seu presidente, Deputado Estadual Guilherme Uchoa, e em especial ao irmão em Cristo e Deputado Estadual Manoel Ferreira por tão significativa iniciativa.


Agradecemos ainda ao irmão em Cristo e Vereador da Cidade do Recife André Ferreira, que foi usado por Deus como canal, para que aqui estivéssemos hoje.


Agradecemos a todos aqueles que fizeram e fazem o Seminário Presbiteriano do Norte; Funcionários, professores, alunos, ex-alunos, colaboradores, amigos e simpatizantes, dizendo:


Todos nós estamos de Parabéns, porém, a honra, a glória e o louvor pertencem ao Senhor.


Soli Deo Gloria.


Amém!

(Discurso proferido na solenidade especial da Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco, no Plenário Joaquim Nabuco, por ocasião da homenagem aos 110 anos do Seminário Presbiteriano do Norte, no dia 21 de setembro de 2009, pelo Rev. Marcos André Marques).

4 comentários:

Blog do Sheivison disse...

Que a paz de Cristo seja derramada sobre sua vida sempre... parabens pelo blog, muito edificante, que Deus continue te abençoando sempre, visite meu blog passa lá e comenta... te vejo por lá - abraço, Sheivison.

Hermes C. Fernandes disse...

Parabéns pelo belo trabalho no blog, Reverendo Marcos.

Já estou seguindo!

Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar também segui-lo, será uma honra.

Seus comentários também serão muito bem-vindos.

www.hermesfernandes.blogspot.com

Te espero lá!

Danilo Fernandes disse...

Ola Rev. Marcos!

Estou passeando na net para conhecer blogs cristãos, saber o que o povo está buscando e falando... E para divulgar meu blog, o Genizah.

Muito legal o trabalho que vocês fazem aqui! Parabéns.

Vou seguir vocês e espero pela oportunidade daquela troca de irmão em Cristo aqui ou no meu blog, se você me der a honra e prazer da visita.

Genizah é um blog de apologética cristã com uma boa dose de humor. Nosso time é formado por escritores, pastores, humoristas e chargistas cristãos.

Espero que goste. Paz e Bem!

Danilo

http://www.genizahvirtual.com/

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Uma alegria conhecer seu blog. O Eterno
resplandeça o rosto DELE sobre ti.

Medite no Salmo 36.8,9

Nele, Pr Marcelo

P.s >> Visite:

http://davarelohim.blogspot.com/

e veja o texto:

Serei para Israel como o orvalho

LinkWithin